domingo, 4 de março de 2012

O "primeiro espumante do mudo" é o último que eu beberia!

Há tempos leio sobre esse espumante de Limoux, na França, e hoje resolvi provar. Reza a lenda (uma delas) que este é o primeiro espumante do planeta. Mas eu não beberia novamente nem se fosse  o último! Custa metade do preço de um champanhe básico em promoção e o dobro de um espumante nacional de boa qualidade. Qualquer um deles é bem mais negócio. Aliás, há um mar de prosecco, cava e outros espumantes mais baratos que são muito melhores.

Não caia no marketing desse espumante. Apesar de francês e da propaganda do produtor e do importador, não vale metade do que custa.

2 comentários:

Silvestre disse...

Como falei no facebook, concordo plenamente com você, Paulo Sampaio.Esses espumantes da região de Limoux (Blanquette de Limoux e Crémant de Limoux) não estão com nada, sempre achei isso. São espumantes sem expressão, que perdem e muito em relação aos nossos espumantes aqui do Brasil.

Castel Studio disse...

Bom dia,
Meu nome e Jerome, tenho uma pequena importadora em Porto Alegre de vinhos de Bordeaux e gostaria si tu pode de conversar contigo para te apresentar nossos vinhos .

Somos os produtores de um vinho, o Reignac Grand Vin, talvez tu ja ouvi falar no youtube das degustações as cegas que temos : http://youtu.be/3FBqTlPuiik

Mas temos outros produtos também como muitos Grands Crus Classes de Bordeaux, o Balthus, nosso vinho 100% Merlot com novo video no youtube : http://youtu.be/djQzUs0wvTs


Qualquer coisa, fico a teu dispor .

Aguardo teu retorno,

Abraço